Restam apenas 9 vagas para a Copa do Mundo da Rússia

Crédito: FIFA

Se na Europa não houve nenhuma surpresa no último dia de Eliminatórias para a Copa do Mundo, nas Américas a coisa foi bem diferente. Sobrou para o Chile na do Sul e para os Estados Unidos na do Norte, enquanto a Argentina respira aliviada, o Peru disputa a repescagem e o Panamá estreará em um Mundial na Rússia.

Agora são 23 classificados para a Copa do Mundo:

🇩🇪 🇸🇦 🇦🇷 🇧🇪 🇧🇷 🇨🇴 🇰🇷 🇨🇷 🇪🇬 🇪🇸 🇫🇷 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿 🇮🇷 🇮🇸 🇯🇵 🇲🇽 🇳🇬 🇵🇦 🇵🇱 🇵🇹 🇷🇺 🇷🇸 🇺🇾

Estão aí também os cabeças de chave do Mundial: Rússia, Alemanha, Brasil, Argentina, Portugal, Polônia, Bélgica e França

E restam 9 vagas, com 20 países em disputa:

🇦🇺 – 🇭🇳

🇵🇪 – 🇳🇿

🇹🇳 – 🇨🇩

🇲🇦 – 🇨🇮

🇸🇳 – 🇧🇫 – 🇨🇻 – 🇿🇦

🇨🇭 – 🇬🇬 🇮🇪 🇸🇪 🇬🇷

🇮🇹 – 🇬🇬 🇮🇪 🇸🇪 🇬🇷

🇭🇷 – 🇬🇬 🇮🇪 🇸🇪 🇬🇷

🇩🇰 – 🇬🇬 🇮🇪 🇸🇪 🇬🇷

Os próximos jogos pelas Eliminatórias serão nos dias 6 e 14 de novembro pelas repescagens, além da rodada final da África, que será no dia 6, seguida de dois jogos entre África do Sul e Senegal nos dias 10 e 14.

Veja como ficaram as Eliminatórias:

Crédito: FIFA

América do Sul

Lionel Messi chamou o jogo com a Argentina perdendo por 1 a 0 desde os 40 segundos de jogo para o Equador em Quito. O resultado foi uma virada com três gols do camisa 10 e o alívio dos argentinos com a classificação para a Copa.

Em São Paulo, o Brasil não aliviou para o Chile e venceu por 3 a 0, com dois gols de Gabriel Jesus, para eliminar os chilenos e encerrar a campanha com 41 pontos e o mesmo número de gols marcados para o time comandado por Tite.

O Uruguai foi outro que começou levando susto com um gol contra na partida contra a Bolívia (o time faria mais um contra), mas venceu por 4 a 2 e assegurou a segunda vaga.

A vitória colombiana fora de casa deixava a seleção do Peru fora do Mundial, mas os peruanos empataram em uma cobrança de falta de Guerrero que deveria ser em dois lances, ele bateu direto e o goleiro colombiano Ospina (olha ele aí!) tocou na bola para validar o gol.

Os resultados da rodada eram bons para o Paraguai, que só precisava vencer a Venezuela em casa para ir à repescagem, mas os paraguaios perderam e quem jogará contra a Nova Zelândia é o Peru, que busca a  primeira participação no Mundial desde 1982.


Crédito: FIFA

Américas Central, do Norte e Caribe

Diante da já eliminada seleção de Trinidad e Tobago, os Estados Unidos eram favoritos à terceira vaga direta, precisavam apenas de um empate, mas perderam por 2 a 1 e ficaram fora da Copa pela primeira vez desde 1986.

A derrocada americana aconteceu em duas viradas, de Honduras diante do México e do Panamá contra a Costa Rica.

O primeiro gol panamenho teve falha grotesca da arbitragem, que validou um tento no qual a bola não entrou. E assim o Panamá estará no Mundial pela primeira vez na história, enquanto Honduras joga a repescagem com a Austrália.


Gol decisivo de Cahill
Crédito: FIFA

Ásia

Aos 37 anos, Tim Cahill mais uma vez salvou a Austrália e anotou dois gols na vitória diante da Síria por 2 a 1 já na prorrogação.

Os sírios abriram o placar nos minutos iniciais da partida, antes de Cahill entrar em ação e igualar o duelo.

Com um jogador a menos depois da expulsão de Mahmoud Al Mawas, a Síria sofreu o segundo gol australiano, mas ainda pressionou até o final, acertando a trave nos últimos minutos em cobrança de falta de Omar Al Soma.

Presente nas últimas três Copas, a Austrália terá a repescagem diante de Honduras para definir a classificação.

Já os sírios deixam uma grande lição com todo o espírito de luta que carregou o time até a prorrogação da repescagem com os australianos. Faltou pouco para a seleção de um país em guerra civil chegar a uma Copa do Mundo mesmo sem jogar nenhum jogo em seu território.


Europa

Crédito: FIFA

Portugal foi eficiente jogando em casa e conseguiu a vaga direta na Copa do Mundo ao vencer a Suíça por 2 a 0. Este será o quinto Mundial seguido dos portugueses, enquanto os suíços serão cabeças de chave da repescagem.

A França não fez lá um grande jogo, mas conseguiu a vitória que precisava diante de Belarus para ficar na primeira posição e se classificar diretamente sem depender de um tropeço sueco.

Em partida que marcou a despedida de Arjen Robben da seleção holandesa com dois gols, mas o placar de 2 a 0 foi insuficiente para roubar a vaga da Suécia na repescagem. Não faltaram chances de gol à Holanda no primeiro tempo, mas dificilmente o time faria 7 a 0.

No Grupo H, a Bélgica se despediu com mais uma vitória na partida contra o Chipre, mas a principal definição ficou por conta da ida da Grécia à repescagem.

Os gregos bateram Gibraltar por 4 a 0 e terminaram à frente da Bósnia Herzegovina na classificação. Isso significou a eliminação da Eslováquia, já que a classificação para a repescagem tinha oito vagas para nove países e os eslovacos tiveram a pior campanha entre todos os segundos colocados.

Suíça, Itália, Dinamarca e Croácia serão os cabeças de chave da repescagem e aguardam seus adversários entre Suécia, Irlanda do Norte, Grécia e Irlanda.


África

Crédito: FIFA

Não houve rodada nesta terça-feira no continente africano. A disputa das partidas restantes acontece em novembro, com quase todos os jogos no dia 6.

Apenas os jogos entre África do Sul e Senegal acontecem em datas diferentes, com o primeiro jogo em território sul-africano no dia 10 e o segundo no dia 14 em Senegal, que é o atual líder do grupo D e pode ir ao primeiro Mundial desde 2002, quando fez campanha incrível.

A Nigéria está garantida na Copa pela terceira edição consecutiva, enquanto o Egito retorna após ficar ausente nos Mundiais de 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014.

As demais vagas em disputa estão no grupo A, que tem Tunísia e República Democrática do Congo na disputa indireta (tunisianos pegam a Líbia, enquanto congoleses encaram Guiné), além do grupo C, com duelo decisivo entre Costa do Marfim e Marrocos, com vantagem dos marroquinos.

Autor: Rubens Lisboa

Jornalista. Repórter com passagens pelas redações de Diário Lance! (2007-2009) e UOL Esporte (2009-2011), assessoria de imprensa na Confederação Brasileira de Tênis (2012-2017). Freelancer para o Yahoo Esportes em 2017 e atualmente no UOL Esporte. Músico (não-praticante) nas horas vagas. Fã de várias vertentes de música, especialmente Rock e Heavy Metal. Um colecionador de covers, tributos, versões alteradas e plágios descarados no mundo da música.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.